Comprar e vender milhas: como isso é possível?

O mercado de milhas tem crescido bastante no Brasil. A cada dia, mais e mais famílias estão percebendo o verdadeiro valor desses pontos. E o quanto é possível economizar utilizando-os de forma inteligente e estratégica para as viagens de férias. Diante desse aumento de demanda, surgem todos os dias várias formas de acumular, gastar, e dar o melhor uso a essa nova forma de moeda. Uma dessas maneiras é o mercado de comprar e vender milhas. Que é uma alternativa tanto para quem tem um saldo que não vai usar, quanto para quem está planejando uma viagem e não possui ainda pontos suficientes para completar seu saldo.

Apesar de ser uma prática cada vez mais comum, comprar e vender milhas ainda causa muitas dúvidas. Diante disso, preparamos um post para compartilhar as principais informações e dar a você subsídios para fazer uma operação sem problemas.

 

É permitido comprar e vender milhas?

Sempre que esse assunto é abordado, muitas pessoas têm dúvida se essa é uma forma ilegal de acumular/resgatar pontos, e quais problemas podem surgir para quem opta por esse mercado. O que podemos afirmar é que, apesar de os Programas de Fidelidade proibirem, não existe nenhuma lei no Brasil que desabone esse tipo de transação.

Se não há lei regulamentando, não pode ser considerado ilegal. O que acontece é que as empresas aéreas colocam em seus Termos de Uso que o usuário pode ser punido caso seja identificado que ele vendeu ou comprou milhas fora da empresa, mas não podem cobrar isso na justiça. Alguns especialistas consideram essa cláusula abusiva, uma vez que fere o direito de o consumidor fazer o que quer com os pontos que conquistou, e, por isso, são de sua propriedade.

 

Sendo assim, como a transferência de milhas para terceiros ou até a emissão de passagens em nome de outras pessoas é totalmente permitido, fica difícil a companhia aérea de fato proibir essa transação, uma vez que ela funciona sob esses pilares. É isso que vamos ver agora.

 

Como comprar e vender milhas?

Para realizar essa transação com suas milhas, é preciso contar com a ajuda de empresas “intermediadoras”, que nada mais são do que sites que trabalham organizando a oferta e a demanda de milhas, oferecendo os pontos de quem quer vender para quem deseja comprar.

 

É possível emitir uma passagem aérea comprada com milhas no nome de outras pessoas, que, nesse caso, compraram os pontos à disposição, e receber em dinheiro por essa venda. Entre os sites comercializadores mais conhecidos estão o EloMilhas, Compro Milhas, Milhas Aéreas e MaxMilhas.

 

Funciona da seguinte forma: quem quer vender as milhas sem uso precisa fazer um cadastro em um desses sites, fornecendo os seus dados do programa de fidelidade e, muitas vezes, até sua senha. Em alguns sites, é possível que você mesmo realize a emissão da passagem aérea em nome do comprador, ao invés de fornecer seus dados pessoais.

Sobre o preço de compra e venda, alguns sites estabelecem um preço fixo, que é calculado de acordo com a cotação do dia, já que a demanda é variável, e outros permitem que o vendedor forneça o valor que deseja ganhar com suas milhas. Ao optar pela venda, alguns sites depositam antecipadamente o valor acordado em sua conta bancária, ficando com seus dados de fidelidade até que as milhas sejam “resgatadas” da sua conta. Após a transação, os próprios sites recomendam que você altere a senha da sua conta.

Cada uma delas tem suas próprias características, maneiras de realizar a transação e formas de pagamento das milhas vendidas; então é importante que o usuário pesquise para analisar qual atende melhor suas necessidades.

 

 

Quais cuidados são necessários?

O primeiro cuidado a ser tomado é, de fato, procurar empresas confiáveis para realizar sua transação. É preciso analisar o perfil dessas intermediadoras, e principalmente suas reputações em sites de opinião, como o Reclame Aqui. Ao escolher, opte por empresas que tenham mais anos de atuação no mercado, CNPJ e telefone fixo para contato, até com dados de localização do escritório, se possível.

Já quanto aos vendedores, alguns desses sites disponibilizam uma avaliação dos seus usuários que vendem, para dar mais segurança a quem está comprando as milhas. Opte por usuários que tenham um bom histórico nesses sites. É preciso também lembrar de alterar os dados e senha do seu login com a empresa de fidelidade, caso você precise compartilhar essas informações confidenciais com o site especializado em venda de milhas.

 

Recomendações:

A segunda recomendação é prestar atenção na quantidade vendida e utilizada de milhas. Alguns sites pagam apenas o que foi utilizado dos seus pontos na emissão da passagem do comprador. Sendo assim, caso você tenha disponibilizado 50 mil milhas na cotação e o site fechou um negócio utilizando apenas 20 mil, o depósito realizado na sua conta pelas vendas será referente às 20 mil milhas transferidas, e não a quantidade inicial cotada por você.

Vale ficar atento também, se você for o emissor da passagem, a quantidade de milhas que você está utilizando, para que ela esteja de acordo com o que você vendeu. Se essa transação for feita pela empresa e ela utilizar mais pontos do que o combinado, é possível cancelar a transação entrando em contato com o seu programa de milhagem. Caso se sinta lesado, você pode ainda entrar em contato com o Procon para resolver a situação.

O terceiro e último cuidado que indicamos é ver se a cotação e o preço realmente estão valendo a pena. Esse negócio pode ser muito vantajoso para os dois lados, desde que os preços estejam realmente competitivos. Para evitar transações que gerem frustração e até arrependimento, pesquise o preço das passagens, em dinheiro e em milhas, em diferentes companhia aéreas, sites de busca e agência de viagens, para não pagar mais caro por um trecho. Fique atento a períodos promocionais. Tanto para você utilizar suas milhas pagando mais barato em uma passagem, quanto para conseguir bônus que poderiam lhe garantir o saldo completo para sua viagem.

 

Com essas dicas, você terá mais uma alternativa para vender e comprar milhas e viajar mais com sua família!

 

 

Continue a leitura

  • Marcus Bruno Quiroga

    Obrigado pela Dica. Geralmente vendo na https://bankmilhas.com.br, pois julgo a melhor empresa neste segmento no Brasil atualmente. Abraços

  • Excelente artigo, estou comentando para ter mais artigos de qualidade como este…!
    atualmente vendo minhas minhas sempre no https://vendermilhas.com.br e hotmilhas.com.br!
    Existem companhias aereas que sempre dão mais milhas fiquem ligados na hora de comprar!!
    um grande abraço!

A viagem perfeita, conteúdo exclusivo

Faça parte de um grupo seleto que viaja todo ano. 50.000 pessoas recebem nossas dicas gratuitamente.

Respeitamos sua privacidade. Você está 100% seguro!

Não encontrou o que estava procurando?

Copyright © SBTUR Viagens S.A. | Todos os direitos reservados. | Feito com ❤ em Floripa